cdl novo

No STF, governador participa de audiência sobre divisa com Piauí

Encontro ocorre quase dois meses depois da solução do impasse entre o TO e a BA

RAIMUNDA CARVALHO, DA REDAÇÃO 04 de Jun de 2013 - 13h54, atualizado às 14h01
Compartilhe
Da Redação

O governador Siqueira Campos (PSDBB) participa, nesta terça-feira, 4, de audiência de conciliação no Supremo Tribunal Federal (STF) para debater a disputa por terra entre a divisa do Tocantins com o Piauí. A Audiência será presidida pelo ministro Luiz Fux e está prevista para se iniciar a partir das 19 horas. O procurador-geral do Estado, André Luís Mattos, e representantes do Piauí também vão participar da audiência.

De acordo com a Agência Tocantinense de Notícias (ATM), a audiência ocorre quase dois meses depois da solução do impasse entre o Tocantins e a Bahia, que também ocorreu de forma conciliatória, sob o comando do ministro Luiz Fux. Na ocasião, o Tocantins se saiu vitorioso, pois o governador Siqueira Campos conseguiu uma decisão favorável ao seu posicionamento na questão: manter os limites delimitados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Desde o início de sua atual gestão o governador sempre defendeu junto ao Supremo as divisas estabelecidas pelo IBGE. "Não queremos nada que está fora de nosso mapa e não admito abrir mão do que está dentro do mapa do Tocantins", disse Siqueira Campos.

Ele lembrou que mapas e dados do IBGE foram usados até mesmo durante o movimento que resultou na criação do Tocantins. "O IBGE é a autoridade brasileira da cartografia. Naquele momento (iniciativa pela criação do Estado) consultamos o IBGE, que foi a base para definição das divisas", disse.

A solução do impasse é de suma importância para as propriedades rurais que ficam nas cidades que fazem fronteira entre o Tocantins e o Piauí.

Comentários

Redação: Palmas, Tocantins, Brasil, +55 (63) 9 9219.5340, +55 (63) 9 9216.9026, redacao@clebertoledo.com.br
2005 - 2017 © Cleber Toledo • Política com credibilidade
ArtemSite Agência Digital